25 agosto, 2011

...e

… sim custa.
Custa-me que mais alguém tenha visto
por aquele prisma
com aquele olhar
daquele ângulo
que entretanto eu descobri…

…e vou descobrindo a pouco e pouco
ao mesmo tempo que me vou perdendo,
mas sabe bem…

Sabe tão bem
como passar a mão pelo cabelo
e olhar bem lá dentro
e sentir que aquece!

e sim…
por isso custa.
Custa-me por querer só para mim
e saber que divido com o tempo,
com o passado e com a memória
a tua, a minha e a dos dias...
e porque não sei gostar menos
     
não sei palavras por metade




2 comentários:

Diana Baptista disse...

Tens que vir cá mais vezes. Não podes deixar o blog ao "Deus do Ara"!!! :)))

MartinhaMakeupLover disse...

Adorei! :)
Já estou a seguir o blog, passa no meu: www.martinhamakeuplover.blogspot.com
Beijo